Noticias

Noticias (4)

O BOPE se tornou famoso em todo o Brasil por causa dos filmes Tropa de Elite

O filho do pastor Reginaldo Martins, da igreja Batista Getsêmani em Sinop, Mato Grosso, foi presona madrugada desta Segunda feira (28), na rodoviária da cidade de Lucas do Rio Verde, enquanto tentava fugir para a cidade de Cuiabá.Felipe Gabriel Santos (23), foi acusado de ter espancado a namorada de 22 anos, que não teve seu nome revelado. Ela foi levada para o hospital com a ajuda de uma amiga, depois de ser atingida por socos no rosto e derrubada no chão. Ela contou a polícia que Felipe estava sob efeito de drogas, e que já havia sido espancada outras vezes, mas não o denunciou por medo de sofrer represálias.

Além de espancar a namorada, o filho do pastor também teria furtado algumas joias.Ele chegou algemado na Delegacia de Polícia Civil de Sinop. Felipe Gabriel deverá prestar depoimento e ser transferido ao presídio Osvaldo Florentino Leite (Ferrugem).

cantor gospel J. Neto parece estar vivendo uma faze negativa em sua carreira. Depois de não cumprir uma agenda por estar embriagado, (Segundo um pastor) o cantor agora se negou a subir ao palco por faltar R$900 reais no cachê combinado O caso aconteceu na cidade de Alto do Rodrigues, no interior do Rio Grande do Norte. Na noite da última Sexta Feira (11), J. Neto se apresentaria em um evento em homenagem ao dia das mães, promovido  por uma lanchonete local.O valor acordado seria R$5.000,00 (Cinco mil reais), e segundo a organização do evento, o cantor havia recebido R$4.100,00 (Quatro mil e cem reais). Os outros R$900, seriam pagos no local.

O problema é que, apenas cerca de 100 pessoas compareceram ao evento, o que acabou inviabilizando a arrecadação do restante do valor.

+ J. Neto tentou suicídio antes de se tornar ídolo da música gospel

Além disso, J. Neto teria se negado a subir ao palco, também pelo fato de haverem poucas pessoas na plateia, esse teria sido um dos motivos para ele, em um ato de estrelismo, dar de ombros e se negar a cantar.

Sexta, 08 Junho 2018 17:49

Jogadora recusou usar camisa com símbolo LGBT

Escrito por

Uma jogadora de futebol cristã decidiu abandonar a seleção feminina dos Estados Unidos após a federação decidir apoiar o mês do orgulho LGBT

através de camisas especiais que foram usadas em amistosos.Jaelene Hinkle afirmou que sua decisão de não jogar pela seleção feminina foi simples, pois não aceitaria contrariar suas crenças religiosas que define a homossexualidade como pecado. Ela recusou a convocação, mesmo que jogar pelo país fosse seu sonho

“Eu me senti convencida em meu espírito que não era meu trabalho usar essa camisa”, disse Jaelene em uma entrevista ao programa de entrevistas The 700 Club, da emissora Christian Broadcasting Network (CBN).

“Eu me dei três dias para apenas procurar e orar e determinar o que Ele estava me pedindo para fazer nesta situação. […] Eu estava essencialmente desistindo do sonho que as garotinhas sonham em toda a sua vida e eu estava dizendo não para isso. […] Eu acho que é onde a paz supera a decepção. Eu sabia que no meu espírito eu estava fazendo a coisa certa. Eu sabia que estava sendo obediente”, acrescentou a jogadora.

Radio Jonet Brasil© 2018 Todos direitos reservados.